sábado, 11 de junho de 2011

O CANTO, A BRANDURA



Que todo canto nao perca a doçura,
Ecoando pelo mundo.
Eliminando os males, sofrimentos, pesares.
Canto que enaltece a vida,
Tornando o amor regente dela,
Espargindo o mal a todo tempo
Nas mais doces melodias,
Inebriando a alma, dando luz aos dias.
No canto a brandura da vida.

Nanci Laurino
12/06/2011

2 comentários:

  1. Precisamos que este canto passe pelos nossos corações, suavemente como a brisa da tarde e venha para ficar!
    Beijos e bom fds.
    Graça

    ResponderExcluir
  2. Michelli Dalibra Cardenal13 de julho de 2011 14:29

    Nan, querida Nan... se eu tivesse que resumir você em apenas uma palavra, eu descreveria: sensibilidade! Sim, você é uma pessoa muito especial na minha vida... a amiga que consola-me nos momentos mais difíceis.
    Eu amo e admiro muito você! Parabéns pelo lindo trabalho realizado!!
    Michelli e Bruna

    ResponderExcluir