quinta-feira, 27 de maio de 2010

ESPERA




Com ternura te penso,
As magias dos sonhos criam asas
nas altas madrugadas sem ao teu lado estar
daria um mundo para contigo ficar

Da eternidade do meu amor
Que pulsa latente e forte
Deixando um coração dolente
Em puro êxtase a toda sorte

Quero contigo estar
De mãos dadas poder caminhar
Sentir a brisa tocar levemente
Rever teu rosto que hoje tenho
Como saudosa lembrança
Só assim posso ter esperanças
Em um dia poder te encontrar.
Dizer olhando nos olhos
Quanto doeu a espera
E por fim posso ter
Teu coração junto ao meu
Solidão nunca mais!!

Nanci Laurino
26/05/10

Um comentário:

  1. Um poema romântico e cheio de amor muito lindo

    Beijinhos querida Nan

    ResponderExcluir